Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?

Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?
LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA KIT COLETA Todo cidadão/cidadã pode buscar voluntariamente as assinaturas para o projeto. Disponibilizamos abaixo um kit com o material necessário para o diálogo nas ruas. Clique na imagem acima.

Seguidores

#naovaitergolpe

#naovaitergolpe
Acesse Frente Brasil Popular

sexta-feira, 15 de abril de 2016

O que pensam os russos sobre o golpe no Brasil



O que pensam os russos sobre o golpe no Brasil

Artigo de Timothy Bancroft-Hinchey, no Portal Pravda, edição em inglês, trata do golpe de Estado que se pretende cometer contra a democracia brasileira.
Trechos transladado por tradutor online e ligeiramente revisados pela nossa editoria:

Portal Pravda

“Brasil: Traidores e backstabbers (falsos aliados) querem colocar a gigante de joelhos”

por Timothy Bancroft-Hinchey(*)
Twitter: @TimothyBHinchey

Em que país pode o Presidente democraticamente eleito ser cassado dois anos depois de ganhar os votos em uma eleição democrática livre e justa? Brasil. Depois de décadas de terrorismo sociais praticadas pelos partidos políticos de direita, alimentado por uma banda corrupto de criminosos, estupradores, assassinos e fraudadores que em alguns casos têm tripulados dos baluartes das instituições políticas do Brasil, apareceu no Palácio do Planalto, no início deste Parte milênio dos Trabalhadores, ou Partido dos Trabalhadores, uma luz brilhante que anunciava o despertar de um gigante adormecido: o Brasil.

O Brasil, ex-piada da comunidade internacional, tornou-se, com Lula e hoje com a sua sucessora, Dilma, um jogador respeitado e importante no cenário mundial, com influência internacional, a sua voz é ouvida com reverência, respeito e diligência, o Brasil estendeu seus músculos, em casa trouxe milhões de pessoas da pobreza e para a classe média, lançou programas sociais e educacionais em uma escala nunca antes vista, e no exterior, atingiu os mercados que tinham sido anteriormente apenas lugares nos mapas. Lula, Dilma e o Partido dos Trabalhadores deram ao Brasil uma posição muito acima de um país tropical do futebol, do carnaval e da cachaça.

Hoje, graças a Lula e Dilma, o Brasil é respeitado do Japão para a Jamaica, da Cidade do Cabo, na ponta mais meridional da África para Casablanca, no norte, no centro, norte e sul da América, desde os Andes até o Alasca e através do oceano, na Oceania, Ásia e Oriente Médio.
(…)
Se fosse para fazer uma viagem ao inferno, o que se iria encontrar? Um bom número dos que infestam a Câmara dos Deputados, hoje, backstabbers (os que apunhalam pelas costas), egoístas, grupos sem um pingo de decência ou fibra moral, em muitos casos, desprovidos de quaisquer normas de ética ou moralidade ou boas práticas. O tipo de pessoa que, se você apertar a mão, em seguida deve verificar se ficaram todos os seus dedos no lugar, para não mencionar o anel de casamento.

Por causa de um punhado destes chamados “políticos”, que têm manipulado a opinião pública com base em um processo elaborado por três pessoas, ajudadas principalmente pela Euro-Gringo lixo do Sul, o Brasil é mais uma vez visto pela comunidade internacional como uma brincadeira.

Leia mais, no original, AQUI:

* Timothy Bancroft-Hinchey tem trabalhado como correspondente, jornalista, editor-adjunto, editor, editor-chefe, diretor, gerente de projeto, diretor executivo, sócio e proprietário de publicações semanais, mensais e anuais impressos e on-line diárias,, emissoras de TV e grupos de mídia impresso, exibido e distribuído em Angola, Brasil, Cabo Verde, Timor Leste, Guiné-Bissau, Portugal, Moçambique e São Tomé e Príncipe Isles; a publicação da Rússia Ministério das Relações Exteriores de diálogo eo Ministério das Relações Exteriores de Cuba Publicações Oficiais. Ele passou as últimas duas décadas em projectos humanitários, ligando comunidades, trabalhando para documentar e catálogo desaparecendo línguas, culturas, tradições, trabalhando em rede com as comunidades LGBT ajudar a criar abrigos para abusadas ou vítimas assustadas e como Media Partner com a ONU Mulheres , trabalhando para promover o projeto Mulheres da ONU para lutar contra a violência de gênero e de lutar por um fim ao sexismo, o racismo ea homofobia. A Vegan, ele também é um Media Partner da Humane Society International, lutando pelos direitos dos animais. Ele é diretor e editor-chefe da versão em Português do Pravda.Ru.

__________________________________________________
Ilustração: AIPC - Atrocious International Piracy of Cartoon
PressAA

DILMA AINDA PODE, COMO VARGAS, EVITAR A APOTEOSE DO INIMIGO. E NEM PRECISARÁ PAGAR COM A VIDA.

Depois de uma canhestra e infrutífera tentativa de salvar-se do impeachment anunciado no tapetão do Supremo Tribunal Federal, nada mais resta a Dilma Rousseff afora a perspectiva de ter (pelo menos) dois terços dos deputados federais decidindo que ela faz jus ao impedimento. Era um placar negativo difícil de atingir. Ela conseguiu. Um fenômeno.

Qual a chance de, no Senado, ela não ser depois fulminada por maioria simples? Nenhuma. Zero. Game over.

Ainda assim, Dilma parece disposta a continuar esperneando até o mais amargo fim, para depois ser clicada pelos fotógrafos ao retirar-se chutada do Palácio do Planalto enquanto os adversários estiverem festejando por todo o País. Após buscar tão diligentemente a derrota, ainda vai posar de derrotada, para gaudio dos que há muito queriam ver sua cabeça empalhada exposta na parede dos troféus. 

Há quem louve tal teimosia, como se fosse espírito de luta. Não é. 

Guerreiros de verdade não insistem em travar batalhas suicidas, para serem dizimados junto com seus efetivos, enquanto ainda existe uma mínima possibilidade de se retirarem com uma vitória na derrota, preservando suas forças para uma futura revanche.

O que seria uma retirada organizada, agora que barrar o impeachment se evidencia como totalmente impossível? Eis o roteiro:
  • renúncia de Dilma tão logo o impeachment seja aprovado na Câmara;
  • na mensagem derradeira, exortação de Dilma a Temer, no sentido de que renuncie também e dê ao povo brasileiro a possibilidade de escolher alguém em quem realmente confie para conduzi-lo neste momento dramático da vida nacional, pois até as pedras sabem que os eleitores votam em presidentes e não dão a mínima para quem seja o vice;
  • imediata adesão do PT e outras forças de esquerda à campanha por uma nova eleição presidencial, revivendo o espírito das diretas já.
Uma vez que Dilma cultua tanto a imagem de Getúlio Vargas, por que não o imita? 

Não precisaria abrir mão da vida, só do cargo. 

Encostar o Temer na parede, apontando-o ao povo como o grande obstáculo à melhor solução para a crise seria o equivalente à carta-testamento.

E, caso tal ato gere uma reviravolta que impeça o inimigo de colher o fruto podre de suas tramoias, o paralelo se completará.

Assim um guerreiro de verdade faria. Assim fez Vargas. 

Assim fará Dilma, se ainda prezar sua dignidade e se ainda for fiel a opção assumida meio século atrás, de colocar as necessidades e interesses do povo sofrido acima de quaisquer considerações de ordem pessoal.

terça-feira, 12 de abril de 2016

Título do Estadão leva "Troféu Vomitada da Semana" ainda nesta terça-feira



Título do Estadão leva "Troféu Vomitada da Semana" ainda nesta terça-feira

Comissão julgadora decidiu adiantar o prêmio visto que o título do Estadão sobre a prisão do ex-senador Gim Argello (PTB-DF), associando-o ao nome da presidenta Dilma, na condição de "amigo", é imbatível.
***
Atentem para um detalhe: A matéria informa que Argello foi quem mais lutou para o PTB apoiar Aécio no segundo turno da eleição de 2014.
E conseguiu.
Amigão!

Baseado na matéria do Estadão sobre a prisão do ex-senador Gim Argello, pode-se deduzir que o cara só foi preso por causa de sua suposta amizade “fina” com a presidente Dilma. A “reporcagem” não trata praticamente de nada sobre o verdadeiro fato, mas tão-somente do relacionamento político-pessoal do preso com a presidenta.

Talvez isso explique a perseguição ao ex-presidente Lula. Não se trata de compra de tríplex ou sítio, nada a ver com Operação Zelotes, HSBC, Furnas, Papéis do Panamá ou qualquer suposto envolvimento em crime de compra de votos, medida provisória ou seja lá que transgressão for. Tudo indica que a cabeça de Lula está a prêmio devido à sua amizade com Dilma.

Assim sendo, podemos desencadear uma campanha sob o tema: “Prendam esse sujeito, ele é amigo de Dilma”. A prova do “crime” está disponível na internet.

Aqui vai um modelo de cartaz...














_______________________________________________
Ilusttração: AIPC - Atrocious International Piracy of Cartoon
PressAA


domingo, 10 de abril de 2016

PARA A ESQUERDA REVOLUCIONÁRIA, HEGEMONIA PETISTA FOI PIOR DO QUE PRAGA DE GAFANHOTOS!

Durante os intermináveis 21 anos da ditadura militar, consolava-nos tanto o pensamento de que o pesadelo terminaria um dia quanto a percepção de nossa superioridade intelectual e moral sobre aqueles que só tinham como trunfos a força bruta e o poder econômico de seus amos.

Éramos os bons, eles os maus. Éramos os civilizados, eles os incultos. Éramos os idealistas, eles os mercenários. Éramos os solidários, eles os impiedosos. Éramos os honestos, eles os podres. Éramos os brilhantes, eles os medíocres.

Estas certezas nos reconfortavam, enquanto víamos o tempo passar sem proveito, anos e anos indo para o ralo num Brasil manietado e amordaçado.

As liberdades básicas de uma democracia burguesa, eu só as conheci de verdade aos 34 anos, pois até os 13 estavam distantes das minhas preocupações e em seguida vieram as duas décadas de ordem unida e paz dos cemitérios.

Quando os horizontes maiores da vida social começaram a me interessar, o que havia era medo, restrições e enganações. Foi por se chocar com tantos bloqueios e terrenos minados que a geração 68 teve de afirmar-se pelo arrojo e inconformismo. Ou seríamos rebeldes, ou abúlicos. Escolhemos a rebeldia.

E o outro dia finalmente chegou. Saímos da ditadura ansiosos por recuperar o tempo perdido, lançando-nos de imediato à luta por um Brasil com liberdade e justiça social.

O Partido dos Trabalhadores nasceu para ser o artífice do futuro há tanto sonhado, o principal instrumento da concretização de nossos ideais. E fracassou miseravelmente.

Trocou a bandeira da justiça social pela de pequenas melhoras nas condições de vida dos coitadezas, sem que sequer fosse reduzida a escandalosa desigualdade entre explorados e exploradores, pois o momento auspicioso da economia brasileira permitia-lhe dar, simultaneamente, um tantinho a mais para os primeiros e a parte do leão para os segundos.

Os militantes abnegados, cuja influência nos rumos do partido se queria reduzir cada vez mais, sentiram-se desestimulados e foram debandando. Assim como os trabalhadores, ao invés de sujeitos da História, foram cada vez mais reduzidos a eleitores lembrados de dois em dois anos e esquecidos no restante do tempo.

O PT passou então a escorar-se nos serviçais remunerados, que fazem da causa profissão e atraem a hostilidade do povão por estarem pendurados nos cabides de empregos governamentais ou serem beneficiários de verbas públicas sob infinitos pretextos.

A moral revolucionária foi trocada pela moral de conveniência, "se os tucanos fazem, por que não podemos fazer também?". O partido que se propunha a extirpar a podridão da política oficial acabou chafurdando também na lama e na merda, a ponto de hoje ser visto pelo cidadão comum como farinha do mesmo saco.

A defesa dos direitos humanos passou a ser a última das prioridades do partido, principalmente em razão da promiscuidade com alguns ditadores psicopatas, aos quais tudo se justificava e desculpava (neste sentido, ordenou-se à rede chapa branca que satanizasse organizações sérias como a Anistia Internacional, cujos relatórios escancaravam a nudez desses tiranetes bestiais).

O internacionalismo revolucionário cedeu lugar à mais tosca e amoral geopolítica, ao apoio cínico a qualquer antagonista dos EUA, Israel ou Europa, por pior que fosse na ótica marxista. Aliás, o velho barbudo vomitaria se presenciasse a lua de mel entre ditos esquerdistas e os mais odiosos regimes teocráticos/genocidas.

Pior: o PT passou a ter como razão de ser a própria sobrevivência e a manutenção/expansão de seu quinhão de poder dentro da sociedade capitalista, relegando a plano muito inferior os interesses dos trabalhadores. Assim, chegou ao cúmulo de aderir ao neoliberalismo em 2015, encampando de um momento para outro a desumanidade das propostas de Milton Friedman, depois de passar décadas criticando-as.

E. last but not least, fez de Goebbels o guia genial de sua propaganda enganosa, mentindo descaradamente e estimulando seus seguidores a mentirem na cara dura, como quando tenta fazer impeachment passar por golpe, martelando mil vezes tal falácia até o rótulo colar.

A verdade deixa de ser revolucionária, passa a ser utilitária. E a superioridade moral dá lugar à participação, em condição de igualdade, na grande confraria brazuca dos mentirosos, manipuladores e oportunistas.

Levamos quatro anos para superar o descrédito que a rendição sem luta de 1964 nos acarretou. Quantos serão agora necessários para reconquistarmos a confiança do nosso povo, depois desta verdadeira praga de gafanhotos que devastou a esquerda brasileira?

OUTROS POSTS RECENTES DO BLOGUE NÁUFRAGO DA UTOPIA (clique p/ abrir):
A MAIORIA DOS BRASILEIROS QUER QUE DILMA E TEMER MORRAM ABRAÇADOS